Facebook

Instagram

Copyright 2019 Endo Salgado Advogados.
Todos os Direitos Reservados.

(19) 98420-3456

Atendimento

Facebook

Instagram

Linkedin

Buscar
Menu
 

Direito de Família

ENDO SALGADO ADVOGADOS > Direito de Família

Auxílio Emergencial – Fique por dentro!

A Câmara dos Deputados aprovou na última quinta feira dia 26.03.2020, o auxílio emergencial por três meses, no valor mínimo de R$ 600,00, destinado para pessoas de baixa renda, sendo trabalhadores autônomos, informais e sem renda fixa durante a pandemia do coronavírus. A proposta inicial do governo era de R$ 200,00, após negociação com deputados ficou acertado que o valor do auxílio será de R$ 600,00, podendo chegar a R$ 1.200,00 para mães que são chefe de família correspondente a 02 (duas) cotas. ⠀ O texto agora irá para o Senado Federal, portanto, ainda não tem previsão de pagamento. Pelas regras aprovadas, não poderão receber o benefício aqueles...

Continue lendo

Como não falir sua empresa com o Coronavírus

Algumas opções para enfrentar esse momento difícil para todos: Férias Individuais A medida provisória 927/2020, prevê que as férias podem ser antecipadas, inclusive para os empregados que ainda não tiverem período aquisitivo completo. Não poderão ser gozadas em períodos inferiores a cinco dias corridos. O empregado pode ser comunicado das férias com 48h de antecedência, por meio escrito ou eletrônico. O pagamento do salário devido pelas férias pode ser feito até o 5° dia útil do mês seguinte ao início das férias concedidas. O terço de férias pode ser pago até a data do pagamento do décimo terceiro salário. O abono pecuniário “venda das férias”, só será...

Continue lendo

Pensão durante a gravidez, é possível?

Não é incomum na ocorrência de uma gravidez, a recusa do pai em reconhecer o futuro filho e auxiliar a gestante. Ocorre que, o período de gestação requer muitos cuidados e acompanhamento profissional, o que acarreta em diversas despesas, razão pela qual pode ser determinado o pagamento de um valor mensal para auxiliar com tais necessidades, conhecido como “alimentos gravídicos”. Os alimentos gravídicos são tratados pela Lei 11.804/2008, a qual, em seu artigo 2º, traz a seguinte definição: “Art. 2°. Os alimentos de que trata esta Lei compreenderão os valores suficientes para cobrir as despesas adicionais do período de gravidez e que sejam...

Continue lendo

Condomínios podem proibir animais de estimação?

TJ decide que condomínios não podem proibir animais em casa Por unanimidade, Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça acolheu recurso de moradora de cidade satélite de Brasília que havia sido proibida de manter sua gata de estimação; Ministros entenderam que, desde que não representem risco à incolumidade e à tranquilidade dos moradores, animais de estimação não podem ser vetados. ATENÇÃO: Esse post tem finalidade apenas informativa e não substitui uma consulta com um profissional....

Continue lendo

Registrei uma criança que não é meu filho biológico, o que fazer?

Você já se deparou com algum caso em que uma pessoa registrou uma criança como se fosse seu filho e, depois de um tempo, seja pela realização do exame de DNA ou outro motivo, veio a descobrir que não era biologicamente o pai de quem registrou? Como lidar com essas situações? Como sempre dizemos, é preciso que cada caso seja analisado dentro de seu contexto, com suas particularidades. Existem medidas judiciais previstas para se desconstituir uma paternidade nessas circunstâncias! Apesar disso, muitos fatores precisam ser levados em conta e esses casos podem ser muito complexos! É que, contemporaneamente, valoriza-se a parentalidade socioafetiva e,...

Continue lendo

Estou divorciado(a) devo pagar pensão alimentícia ao meu ex?

Embora o mais comum seja a fixação de pensão alimentícia para os filhos, você também já deve ter ouvido falar sobre situações em que o ex-marido presta alimentos à ex-mulher, ou vice-versa. Isso acontece porque, dentre os deveres decorrentes do matrimônio (e da união estável), está o de “mútua assistência”, o que pressupõe que os cônjuges prestarão, um ao outro, assistência moral e material. Assim, quando um dos cônjuges deixa de contribuir, existe a possibilidade de reivindicação de alimentos entre eles, e isso acontece, geralmente, depois da separação, já que se rompe o vínculo de afetividade entre os envolvidos. Os alimentos entre ex-cônjuges...

Continue lendo

5 Dicas valiosas para evitar que a disputa pela guarda dos filhos acabe em tragédia

Na semana passada soube de uma tragédia que ocorreu em Minas Gerais, onde o pai matou o próprio filho e a ex mulher, e depois se matou, tudo por uma disputa sobre a guarda do filho. ⁣Ficamos com uma sensação de impotência, pensando: “como podemos evitar que isso aconteça com outras famílias?”, “será que estamos tomando as decisões corretas?”. ⁣ ⁣Sabemos que em muitos casos não é uma decisão judicial que irá efetivamente resolver o problema, se não houver interesse dos envolvidos com a questão. ⁣ ⁣ As 5 dicas para quem está vivenciando um processo em trâmite nas Varas de Família, a fim...

Continue lendo

Revisão da Pensão Alimentícia

Para pedir a Revisão da Pensão Alimentícia é necessário que fique comprovado que houve a modificação na situação de quem recebe os alimentos ou de quem os paga. É necessário dar entrada em uma Ação de Revisão de alimentos para que a alteração tenha validade jurídica .   ATENÇÃO: Esse post tem finalidade apenas informativa e não substitui uma consulta com um profissional.   Ficou com dúvidas? Envie sua mensagem! Envie sua dúvida! #familia #direitodefamilia #casamento #pensãoalimentícia #alimentos #guarda #revisãodealimentos #pensão #direito #pensãoalimenticia #advogada #paternidade #maternidade #advogadadireitodefamilia...

Continue lendo

Pensão Alimentícia não é só Alimentos

➡ Alimentos; ➡ Moradia; ➡ Educação; ➡ Saúde; ➡ Lazer; ➡ Plano de saúde; ➡ Passeios com a criança; ➡ Uniformes; ➡ Materiais escolares; ➡ Medicamentos fora de eventuais planos; ➡ Gasolina ou passagens de ônibus; ➡ Valores médios de energia elétrica, água, gás, telefone;aluguel, internet. E ao meu ver o principal - TEMPO Alguns alimentantes se esquecem que a criança toma banho, se diverte, estuda, fica doente e que alguém precisa preparar a comida, guardá-la, preparar o banho. E que é necessário além de dinheiro, TEMPO para que tudo isso seja organizado.   ATENÇÃO: Esse post tem finalidade apenas informativa e não substitui uma consulta com um profissional.   Ficou com dúvidas? Envie sua mensagem! Envie sua...

Continue lendo

Lei Facilita o Divórcio à Vítimas de Violência Doméstica

Foi publicada a lei 13.894/19, que garante à vítima de violência doméstica e familiar assistência judiciária para o pedido de divórcio e prioridade de tramitação de processos judiciais neste sentido. Trechos que versavam sobre a opção da mulher de propor ação de divórcio ou de dissolução de união estável no juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher foram vetados. Caberá ao juiz assegurar à mulher vítima de violência ou familiar o encaminhamento para a assistência se ela desejar pedir o divórcio ou dissolução de união estável. A lei também altera o CPC/15 e determina ser de competência do foro domiciliar da...

Continue lendo
×

Olá, seja bem vindo.

× Converse no WhatsApp